quinta-feira, 15 de abril de 2010

RITA LEE A RAINHA DO ROCK!

Rita Lee Jones Carvalho, mais conhecida como Rita Lee (São Paulo, 31 de dezembro de 1947) é uma cantora, compositora e instrumentista brasileira de grande renome no Rock brasileiro.

Filha mais nova de Charles Fenley Jones (imigrante norte-americano) e de Romilda Padula (filha de italianos). Seus pais tiveram outras duas filhas, Mary Lee e Virginia Lee., recebeu o nome Lee em homenagem ao famoso General Lee.

Rita foi educada no colégio francês paulistano Liceu Pasteur, e hoje fala fluentemente português, inglês, francês, espanhol e italiano. Também chegou a cursar Comunicação Social na Universidade de São Paulo em 1967, na mesma turma da atriz Regina Duarte, mas deixou a universidade durante o primeiro período.

Depois de algumas apresentações em festas do colégio e da banda de vocais formada com duas amigas, Rita Lee forma “Os Mutantes” junto dos irmãos Sérgio e Arnaldo Baptista. Em 1967, a banda acompanhou Gilberto Gil no III Festival de Música Popular Brasileira (TV Record), na apresentação da canção antológica Domingo no Parque.

Em 1970, Rita Lee lança seu primeiro LP solo: “Build Up”. Em 1972, sai da banda Os Mutantes , expulsa por não seguir os mesmos objetivos que os outros integrantes. Passa por um período de depressão, e compõe muitas das músicas que viria a lançar. Depois de um curto período de depressão, formou com a amiga Lúcia Turnbull uma dupla no estilo glam rock (ou glitter rock), As Cilibrinas do Éden. Rita e Lúcia desistem da dupla.

Rita Lee forma a sua mais nova banda "Tutti-frutti". Rita, além de cantar, tocava piano, sintetizador, gaita e violão. Conseguem um contrato com a gravadora Somlivre, mas esta exige que o grupo assine como Rita Lee e Tutti-frutti.

Com a banda “Tutti-Frutti” vem o disco "Fruto Proibido", de 1975, que Rita alcança a consagração nacional, com vários sucessos como "Agora só falta você", "Esse tal de roque enrow" e especialmente "Ovelha negra", uma explosão de sucesso.

Realiza também as primeiras turnês para grandes públicos, percorrendo todo o Brasil com enorme aparato de produção, som, luz e cenografia. Nasce então a Rita Superstar, a maior estrela do rock nacional e única a atingir tal magnitude. Performer inigualável e compositora de gênio.

Em 1976, conhece o músico carioca Roberto de Carvalho e inicia uma parceria musical e amorosa com grande êxito musical. Só em Dezembro de 1996, Rita casa-se legalmente com Roberto de Carvalho, passando a assinar Rita Lee Jones Carvalho com quem teve três filhos, Beto Lee em 1977, seguido por João em 1979, e Antonio em 1981.

Em 1977, grávida pela primeira vez do seu primeiro filho, foi presa por porte e uso de maconha. Ficou um ano em prisão domiciliar, precisando de permissões especias do juiz para sair de casa e fazer shows. Abalada e sem dinheiro, compôs com Paulo Coelho a polêmica "Arrombou a Festa". O compacto com essa faixa bateu recordes de venda do pop brasileiro com 200 mil cópias vendidas.

Após sua saída da prisão, foi convidada por Elis Regina para participar de um especial para a Bandeirantes, quando gravaram juntas a música "Doce de Pimenta", composta especialmente por Rita em homenagem à Elis. A amiga, inclusive, havia tentado visitá-la na cadeia, mas teve de voltar quando um de seus filhos não se sentiu bem naquele ambiente.

Com seus 43 anos de carreira, Rita Lee a rainha do rock, imortalizou vários sucessos na musica brasileira incluindo participações em novelas, filmes e livros.







Nenhum comentário:

Postar um comentário